9ª Mostra de Cinema e Direitos Humanos aborda os 50 anos do golpe militar

Dezenas de filmes da África, da América do Sul e da Ásia compõem 9ª Mostra de Cinema e Direitos Humanos (9MCDH), que estreia em Brasília no próximo dia 3, no Cine Brasília, a partir das 18h, e passará por todos os estados do país. Com entrada franca, a mostra é uma realização do Ministério da Cultura (MinC) em parceria com a Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR).

O evento subdivide-se em três: a mostra competitiva, a seção “Memória e Verdade” e o projeto “Inventar com Diferença”.

A mostra competitiva reúne 24 filmes da Ásia e da África, além de obras da América do Sul. O objetivo dos organizadores é ampliar o diálogo entre países do Hemisfério Sul pela ótica dos Direitos Humanos.

A seção “Memória e Verdade” tem como tema os 50 anos do golpe militar e sua repercussão nos dias de hoje. A cineasta Lúcia Murat é a homenageada desta edição, que exibe em sua abertura o filme “Que Bom te Ver Viva” (1989), segundo trabalho da diretora e o primeiro dela realizado após o fim da ditadura. Outros três obras da cineasta também integram a programação: “Doces Poderes” (1996), “Brava Gente Brasileira” (2000) e “Uma Longa Viagem” (2011).

Anúncios